BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

SEJAM TODOS MUITO BEM-VINDOS!

SEJAM TODOS MUITO BEM-VINDOS!

terça-feira, 29 de setembro de 2009

A HISTÓRIA DA CAPOEIRA

Raízes africanas

A história da capoeira começa no século XVI, na época em que o Brasil era colônia de Portugal. A mão-de-obra escrava africana foi muito utilizada no Brasil, principalmente nos engenhos (fazendas produtoras de açúcar) do nordeste brasileiro. Muitos destes escravos vinham da região de Angola, também colônia portuguesa. Os angolanos, na África, faziam muitas danças ao som de músicas.

No Brasil

Ao chegarem ao Brasil, os africanos perceberam a necessidade de desenvolver formas de proteção contra a violência e repressão dos colonizadores brasileiros. Eram constantemente alvos de práticas violentas e castigos dos senhores de engenho. Quando fugiam das fazendas, eram perseguidos pelos capitães-do-mato, que tinham uma maneira de captura muito violenta.

Os senhores de engenho proibiam os escravos de praticar qualquer tipo de luta. Logo, os escravos utilizaram o ritmo e os movimentos de suas danças africanas, adaptando a um tipo de luta. Surgia assim a capoeira, uma arte marcial disfarçada de dança. Foi um instrumento importante da resistência cultural e física dos escravos brasileiros.

A prática da capoeira ocorria em terreiros próximos às senzalas (galpões que serviam de dormitório para os escravos) e tinha como funções principais à manutenção da cultura, o alívio do estresse do trabalho e a manutenção da saúde física. Muitas vezes, as lutas ocorriam em campos com pequenos arbustos, chamados na época de capoeira ou capoeirão. Do nome deste lugar surgiu o nome desta luta.

Até o ano de 1930, a prática da capoeira ficou proibida no Brasil, pois era vista como uma prática violenta e subversiva. A polícia recebia orientações para prender os capoeiristas que praticavam esta luta. Em 1930, um importante capoeirista brasileiro, mestre Bimba, apresentou a luta para o então presidente Getúlio Vargas. O presidente gostou tanto desta arte que a transformou em esporte nacional brasileiro.

Três estilos da capoeira

A capoeira possui três estilos que se diferenciam nos movimentos e no ritmo musical de acompanhamento. O estilo mais antigo, criado na época da escravidão, é a capoeira angola. As principais características deste estilo são: ritmo musical lento, golpes jogados mais baixos (próximos ao solo) e muita malícia. O estilo regional caracteriza-se pela mistura da malícia da capoeira angola com o jogo rápido de movimentos, ao som do berimbau. Os golpes são rápidos e secos, sendo que as acrobacias não são utilizadas. Já o terceiro tipo de capoeira é o contemporâneo, que une um pouco dos dois primeiros estilos. Este último estilo de capoeira é o mais praticado na atualidade.

Fonte: Sua Pesquisa

Calculadora de Calorias (Download FREE)


Calculadoracalorias

Este é um programinha bem legal. Alem de calcular as calorias dos alimentos para você, existe a possibilidade de cadastrar alimentos e ainda a dieta diaria.

Ao entrar você informa seu peso e sua altura. O programa calcula o gasto calorico diario para você. Basta encontrar o alimento no lado direito e dar um duplo click. O alimento é transferido para a lado esquerdo onde você controla sua dieta com a quantidade de porções que você escolher.

CALORIAS1

BAIXE AQUI

Fonte: Muscle Mass Blog

O Peso está ligado às emoções



Pesquisadores norte-americanos mostraram - mais uma vez - que o peso não está ligado apenas aos hábitos alimentares mas também às emoções. Os resultados do estudo do Dr. Kaveh Ashrafi, do departamento de psicologia e do Centro de Diabetes da Universidade de Califórnia, foram publicados na revista científica Cell Metabolism.

Níveis aumentados de serotonina causam perda de gordura e níveis diminuídos levam a ganho de gordura corpórea. Quando a serotonina está elevada comemos menos. O segredo é relaxar e comer menos.

As tecnicas de relaxamento são essenciais já que quando estamos estressados produzimos hormônios que prejudicam a saúde dos neurônios. A persistência do estresse altera de tal forma a arquitetura dos circuitos neuronais que chega a modificar a própria anatomia cerebral.

A ansiedade também prejudica a perda de peso pois pode depletar nutrientes importantes para a formação de neurotransmissores do prazer. Escolha bem seus alimentos pois os ricos em nutrientes podem diminuir a ansiedade e a compulsão alimentar. Opte então por alimentos mais coloridos. Varie bastante as frutas e verduras do cardápio, comprando preferencialmente os orgânicos. Alimentos como frutas vermelhas (morango, amora, melancia), brássicas (brócolis, couve-flor, couve) que ajudam na eliminação de toxinas, carboidratos integrais (ricos em minerais), fontes de triptofano (como banana verde e carnes magras), oleaginosas, ômega-3 (como peixes e linhaça), mel e alcachofra (alimentos prebióticos que melhoram a saúde do intestino aumentando a produção de serotonina).

Aproveite também este esforço para mudança de hábitos e inclua atividade física em sua vida. Estes tem o poder de aumentar a liberação de endorfinas (hormônios relacionados ao prazer), porém tenha cuidado já que o excesso de exercício
pode exercer efeitos contrários diminuindo os níveis de serotonina.

Monte Sua dieta (download Gratis)

montadord.jpg

Para Download um programinha para você montar sua FICHA DE DIETA facilmente. O programa tem um Painel do lado direito com os principais alimentos usados por culturistas e garotas fitness/figure.

Basta que você CLIQUE E ARRASTE O ALIMENTO DESEJADO para o lado esquerdo nos quadrinhos da refeição que você quer.

Por exemplo: Você quer adicionar CLARAS DE OVOS na sua REFEIÇÃO 01. Apenas encontre CLARAS DE OVOS no painel direito. CLIQUE SOBRE O ALIMENTO E ARRASTE PARA QUALQUER QUADRINHO DA REFEIÇAÕ 01.

Clique e arraste todos os alimentos que deseja e depois apenas IMPRIMA SUA FICHA DE DIETA.

BAIXE AQUI

Fonte: MuscleMassaBlog

A origem da arte marcial chinesa


A discussão sobre a verdadeira origem das artes marciais chinesas não é mais uma incógnita; a despeito dos inúmeros fatos e personagens lendários relacionados com a história e as artes marciais chinesas, baseado em registros arqueológicos e históricos, é possível traçar uma linha sensata e coerente sobre a verdadeira origem do Kung Fu.

O povo chinês e seus aspectos culturais contam com aproximadamente 5.000 anos de existência, ainda que certo elementos sejam de caráter mitológico. Apesar dos registros arqueológicos sobre a China datarem dos períodos mesolítico e neolítico (artefatos de cerâmica e pequenas pedras em forma de faca e pontas-de-lança), mas a primeira estrutura social organizada sob forma de dinastia é a Xia (2100 a 1751 a.c.), datada entre os séculos 21 e 16 a.c., fundada pelo imperador Yu (2205 a 2197 a.c.).

Apesar de rudimentar, o conceito da arte marcial chinesa já se fazia presente através da utilização de armamento contra animais selvagens e confrontos entre tribos rivais; bastões de grande comprimento, lanças e machados feitos com madeira e pedra afiada. No final da dinastia Xia surgem os primeiros conceitos de combate corporal, chamado de Jiji (técnicas de ataque).

Com o surgimento da dinastia Shang (1751 a 1111 a.c.), os chineses passam a dominar a fundição do cobre, e posteriormente do bronze, aumentando o poderio bélico; lanças, machados e pequenas facas eram as armas mais preferidas.

Apesar do descobrimento da fundição, o maior desenvolvimento bélico se deu na dinastia seguinte; a dinastia Zhou .

A queda da dinastia Shang e a ascensão da dinastia Zhou (1111 a 1122 a.c.) se deu por muitas e muitas batalhas sangrentas. Os imperadores de ambas dinastias exigiam armas cada vez mais resistentes, sofisticadas e de grande poder de destruição, o que permitiu um grande desenvolvimento da tecnologia militar.

Neste período, várias armas diferentes foram criadas, como por exemplo : as primeiras armas que faziam uso de projéteis (balistas e catapultas) com fogo, mas talvez a arma mais popular das artes marciais chinesas; a espada reta.

A vitória dos Zhou permitiu um longo período de paz e prosperidade ao povo chinês e toda tecnologia de fundição com fins bélicos foi direcionada para o desenvolvimento e fabricação de instrumentos agrícolas e de uso diário. Tem-se registro de que neste período histórico surgem os primeiros eventos de demonstração e competição de técnicas e poderio militar / bélico.

Com o declínio do poder da dinastia Zhou , através de pequenas rebeliões internas e guerras civis, surgiram dois novos períodos históricos, a serem conhecidos como Chun Qiu (Período da Primavera e Outono) e Zhan Guo Shi (Período dos Estados Guerreiros).

Mais um período de grandes evoluções bélicas, as armas passaram a ser fabricadas em ferro, material mais durável, a cavalaria ganhou o apoio de carruagens e as balistas e catapultas passaram a contar com projéteis maiores e com maior poder de destruição. video

Fonte:http://www.oficinadomovimento.com/ Acessado em 29/09/2009

Mitos e Verdades Sobre Musculação


MITO: Exercícios aeróbicos são melhores para modelar o corpo do que musculação.
FATO: Para transformar seu físico, você precisa levantar peso.
Caminhar em volta do quarteirão é melhor do que só ficar sentado sem fazer nada, mas a melhor forma para remodelar o corpo é a musculação. Por meio dela, você melhora significamente a velocidade do seu metabolismo - a velocidade com a qual seu corpo queima gordura. Quando se ganha músculos seu corpo requer mais energia para manter esse novo músculo, o peso da gordura não requer energia nenhuma para ser mantido, é por isso que a musculação é superior até mesmo ao exercício aeróbico para quem quer perder gordura: trata da essência do problema - a velocidade com que seu corpo usa energia. Se você não faz nada além de exercícios aeróbicos, mesmo que coma menos, seus resultados não serão os melhores. Você pode perder peso, mas a forma geral do seu corpo continuará a mesma, se você é uma pêra, o mais provável é que acabe parecendo uma pêra menor. Para mudar o corpo, musculação é imbatível.

MITO: Os músculos crescem enquanto você está fazendo ginástica.
FATO: Os músculos crescem enquanto você está descansando e recuperando-se.
A verdadeira mágica acontece depois do treino, enquanto você está descansando. Durante o treino, tentamos lesar ligeiramente as fibras musculares, sobrecarregando-as. Uma vez que isso acontece, o corpo responde mobilizando sua capacidade de reconstituir os músculos. Imagine uma célula muscular como uma estrutura, um edifício, e o exercício como um terremoto leve. Depois que o tremor causa uma lesão estrutural no edifício, uma equipe restauradora deve entrar e reconstruí-la. É isso que acontece depois de um treino eficiente com pesos. E para fazer esse conserto exige energia que, nas circunstâncias será retirada da gordura armazenada em seu corpo. Esse é outro motivo pelo qual a musculação é eficiente para queimar gordura.



MITO: Os músculos transformam-se em gordura
FATO
: O músculo e a gordura não são feitos da mesma matéria, por isso é impossível transformar gordura em músculo e vice-versa.
O que acontece na verdade é que um quilo de músculo queima muito mais calorias do que um quilo de gordura, por isso é necessário alimentar-se muito mais para conseguir manter a nova estrutura muscular.
Por isso, quando tem muito músculo precisa de mais calorias e tem mais apetite, logo vai comer mais. No entanto, se deixar de treinar, os músculos vão diminuir e deixar de necessitar de tantas calorias, por isso o excesso de comida vai para a gordura.
Desde que não deixe de treinar repentinamente, não irá ‘transformar’ os músculos em gordura.

MITO: Ter muitos músculos prende os movimenŴos
Todos os movimentos do corpo humano são feitos através dos músculos. Esse era um pensamento antigo, que começa cada vez mais a ser desmistificado porque os atletas de alta competição que praticam desportos de velocidade já viram as vantagens de ter um corpo bastante musculado para dar maior intensidade aos movimentos.
Basta analisar a musculatura dos atletas olímpicos dos 100m e 200m para ver que é um MITO completo.

MITO: É preciso mudar os treinos regularmente
Existe a idéia de que é necessário ‘surpreender’ os músculos com exercícios diferentes, para que eles não se acomodem ao esforço.
FATO: Independentemente dos exercícios praticados, os músculos funcionam sempre na mesma direção, esteja a usar halteres ou barras.
É importante aumentar a carga progressivamente, para que os músculos respondam ao novo esforço.
É também importante fazer algumas modificações nos treinos, para que você não se aborreça e porque treina outros músculos secundários com movimentos distintos.



MITO: Musculação causa problema na coluna
Qualquer esporte executado sem os cuidados devidos e numa postura inadequada pode desenvolver problemas. A musculação quando bem executada favorece fortalecimento da coluna vertebral, refletindo em melhor postura e inclusive na barriga, pois um indivíduo com postura arqueada tem barriga mais projetada para frente do aquele que possui uma boa postura.

MITO: Musculação dá varizes
Elas aparecerão independente de que se faça musculação, ou não, por determinações genéticas. A musculação não prejudica como favorece melhor circulação sanguínea e bombeamento do sangue para o coração. Ainda vale lembrar que durante o treinamento, o nosso organismo desvia grande parte do volume sangüíneo para a região trabalhada, aumentando a vascularização e oxigenação local.

MITO: Quando eu parar com os treinos, vai cair tudo
Os músculos não caem, eles ficam lá guardados e quando você voltar, dependendo do histórico de treino, e do tempo afastado, ele voltará ao primeiro estímulo. Durante este tempo longe, lembre-se em cuidar da alimentação para não se encher de comidas “vazias”, não nutritivas. Assim seu retorno será mais produtivo. Caso você nunca mais pense em voltar, o seu corpo vai voltando ao que era antigamente.

MITO: Musculação não emagrece
Como qualquer outra atividade física, ela promove gastos calóricos, sem contar que o seu metabolismo basal será estimulado. Massa magra (músculos) gasta mais energia em repouso do que massa gorda (gordura), isto que dizer que mesmo durante uma noite de sono o seu corpo estará queimando.



MITO: Musculação deixa a mulher masculinizada
Homens têm maior crescimento muscular do que as mulheres por apresentarem maiores quantidades de certos hormônios em sua constituição, como por exemplo, a testosterona. Mulheres podem ficar despreocupadas, pois a proporção da testosterona em nós é 40 vezes menor, a não ser que você opte em fazer uso de anabolizantes.

MITO: Mulher grávida não pode fazer musculação
Pode sim! Desde que antes tenha um histórico de atividades físicas. A musculação será aliada durante o trabalho de parto e a recuperação pós parto, pois previne dores lombares, além de melhorar a auto-estima. A única recomendação é que as cargas sejam moderadas e que se evite exercícios que comprimam a barriga.

MITO: Criança não pode praticar musculação
O trabalho com pesos para crianças, ao contrário do que muitos imaginam, aumenta a atividades de osteoblastos, que são as células que promovem o crescimento ósseo. Isso não quer dizer que a criança possa levantar pesos absurdos, como numa série de hipertrofia. Ela deve seguir um treino condizente com sua realidade e ter o acompanhamento de um profissional habilitado.

MITO: Musculação endurece a gordura
Musculação não endurece gordura. A gordura fica por cima do músculo, quando você faz musculação os seus músculos é que ficam mais enrijecidos e a gordura tende a diminuir se o treino for associado à uma alimentação voltada para as suas necessidades e ainda conciliado com uma atividade aeróbia.



MITO: O movimento lento reduz a força e causa de lesões
Falando mais claramente, ação lenta aumenta a tensão muscular, levando ao um aumento na força e no tamanho do músculo. Por outro lado, as ações lentas são controladas com mais facilidade do que ações dinâmicas. Esta teoria não vale apenas em situações as quais o músculo chega à exaustão, uma vez que o controle da técnica é mais difícil e o atleta precisará da ajuda de um parceiro para evitar problemas.

MITO: Atletas avançados precisam de sete ou mais dias de descanso entre as sessões.
48 horas são suficientes para completar a síntese da proteína que significa que os músculos encontram-se aptos para uma nova sessão. Treinar um grupo muscular apenas a cada sete dias pode prejudicar alguns elementos da adaptação muscular, resultando em lesão e dor muscular quando se voltar ao treinamento

MITO: Fazer levantamento incrivelmente devagar constrói músculos incrivelmente
Levantar muito lentamente produz malhações superlongas – e isso é tudo. Pesquisadores da Universidade do Alabama (EUA) Recentemente estudaram dois grupos de levantadores de peso em uma sessão de malhação de 29 minutos. Um grupo realizou os exercícios usando a fase concêntrica (movimento de contração da musculatura) em cinco segundos e a excêntrica (movimento de extensão da musculatura) em dez segundos. O outro, numa abordagem mais tradicional, levou um segundo para o movimento concêntrico e um segundo para o movimento excêntrico. O grupo mais rápido queimou 71% mais calorias e levantou 250% mais peso que os malhadores do treinamento SuperSlow.
recomendação: “Os melhores ganhos em força são obtidos realizando a fase concêntrica o mais rapidamente possível”, diz o dr. Gary Hunter, principal autor do estudo. “Mas, na hora de abaixar o peso, faça-o mais lentamente e sob controle.” Existe maior potencial de crescimento durante a fase de extensão da musculatura (também chamada de fase negativa), e quando você abaixa com controle existe menos chance de lesão.



MITO: Você precisa de uma bola suíça para obter peito e ombros mais fortes.
Não abandone o seu bom e velho banco para exercícios. “As pessoas estão usando a bola porque elas são fracas como gatinhos”. Você reduz o peso para fazer levantamento sobre uma bola e isso significa que você consegue menos resultado.
recomendação: trabalhe peito e ombros numa superfície estável. Prefira a bola para malhar o abdômen.

MITO: Exercício de cadeira extensora é mais seguro que o agachamento para o joelho.
E cotonetes são perigosos quando você os enfia demais nos ouvidos. É tudo uma questão de saber o que você está fazendo. Estudo recente publicado na revista Medicine Science in Sports Exercise (EUA) revelou que exercício em que só uma articulação é ativada, como a cadeira extensora, pode ser mais perigoso que o que envolve múltiplas articulações, como o agachamento e o supino. Revelou ainda que a extensão das pernas ativa os quadríceps de forma independente. “A diferença de fração de segundos causa compressão desigual entre a rótula e o fêmur”, alerta a autora do estudo Anki Stensdotter.
recomendação: O quadríceps e a panturrilha controlam o joelho. A atividade muscular equilibrada é obtida com maior facilidade em exercícios que envolvem múltiplas articulações”, diz Anki. Para fazer agachamento seguro, mantenha as costas retas e abaixe o corpo até que suas coxas fiquem paralelas ao chão (ou até onde você vai sem sentir dor nos joelhos). Tente agachamento frontal se perceber que está se inclinando para frente. Mesmo sendo um exercício avançado, o peso sobre seus ombros ajuda a manter as costas eretas.



MITO: Pesos livres são sempre melhores para malhar.
Nem sempre. Às vezes os aparelhos são melhores para a construção muscular – por exemplo, quando você precisa isolar músculos, depois de uma lesão, ou quando você é inexperiente para realizar um exercício com pesos livres.
recomendação: “Os principiantes verão benefícios nos aparelhos e nos pesos livres. Só com o tempo os pesos livres devem se tornar prioridade”, afirma o dr. Greg Haff, diretor do laboratório de pesquisa da Universidade Estadual de Wichita Falls, no Texas (EUA). Os exercícios com halteres imitam os movimentos atléticos e ativam mais massa muscular.

MITO: Se você aumentar a ingestão de proteínas, vai aumentar o tamanho de seus músculos.
Até certo ponto é verdade. Mas deixe de lado por um segundo os shakes que você tomava. É verdade que as proteínas estimulam a construção dos músculos, “mas você não precisa de quantidades exorbitantes para atingir isso”, explica o dr. John Ivy, co-autor do livro Nutrient Timing (Nutriente na Hora Certa). Se você malha e consome mais de 2 gramas de proteína para cada quilo de seu peso, o excesso dessa substância será decomposto em aminoácidos e nitrogênio e, depois, expelido pelas fezes ou armazenado. Mas não na forma de músculo.
recomendação: o mais Importante é você consumir a proteína mantendo o equilíbrio entre ela e os carboidratos ingeridos. Tome um shake pós-malhação com três partes de carboidratos para uma parte de proteína. Faça outra refeição várias Horas depois e então inverta a razão no seu lanche, depois de mais algumas horas. “Isso vai manter alta a concentração de aminoácidos no seu sangue, o que faz com que a síntese protéica continue a acontecer por mais tempo.



MITO: Nunca exercite um músculo dolorido.
Antes de matar a malhação, você deve determinar até que ponto seu músculo está dolorido. “Se incomoda ao toque ou se a sensibilidade limita a extensão do movimento, é melhor você dar a ele pelo menos mais um dia de descanso”, observa o dr. Alan Mikesky, diretor do Laboratório de Biomecânica da Universidade de Indiana (EUA). Em casos menos graves, um “descanso ativo” com atividade aeróbica leve e alongamento pode aliviar a sensação de desconforto
recomendação: Se você não sente dor ao toque e mantém toda a extensão do movimento, vá para a academia. Comece com dez minutos de bicicleta e depois exercite o músculo dolorido realizando, no máximo, três séries de 10 a 15 Repetições e usando peso que não seja superior a 30% do máximo que você suportaria

MITO: O alongamento evita lesões.
Pode ser, se você for um patinador artístico. Pesquisadores dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças, nos Estados Unidos, revisaram mais de 350 estudos e artigos sobre a relação entre alongamento e lesões e chegaram à conclusão de que o alongamento durante o aquecimento tem pouco ou nenhum efeito sobre a prevenção de lesões. “O alongamento aumenta a flexibilidade, mas a maior parte das lesões nos músculos ocorre durante a extensão normal dos movimentos”, diz a médica Julie Gilchrist.
recomendação: o aquecimento é o que evita lesões, ao aumentar vagarosamente o O fluxo de sangue e dar aos seus músculos chance de se preparar para a atividade a seguir. A dra. Julie sugere um aquecimento completo, assim como o condicionamento específico para seu esporte



MITOS : Tomar banho após um treino de hipertrofia impede o desenvolvimento dos músculos. Uma pessoa muito forte não pode nunca parar de treinar senão os músculos caem. Somente com o uso de complementos alimentares você consegue hipertrofiar.

Durante o treino de musculação, o nosso organismo desvia grande parte do volume sangüíneo para a região trabalhada, aumentando com isso a vascularização e oxigenação local. O tamanho e o tônus desse músculo modifica-se, dando uma falsa impressão de hipertrofia instantânea, sendo que na realidade está ocorrendo um catabolismo (ou degradação da musculatura). Esse catabolismo, ou perda de substâncias plásticas e metabólicas, só é revertido na fase de repouso e com uma alimentação correta (anabolismo). Dependendo da intensidade do estímulo, após passar minutos ou horas depois do fim do treino, o músculo volta ao seu tamanho e tônus normal. Ou seja, entre você terminar um treino e ir para casa e tomar um banho, pode ter passado tempo suficiente para isso ocorrer, dando a impressão que tomar banho após o treino interfere no desenvolvimento de seu músculo.

A verdadeira hipertrofia somente é alcançada na fase anabólica, quando são refeitas as reservas musculares que tendem a superar as quantidades anteriores. Esse anabolismo é alcançado através de um repouso correto e suficiente após o treino e uma alimentação balanceada. A maneira de se saber qual a melhor alimentação, e se há a necessidade de fazer uso de complementos alimentares (pois isso depende de vários fatores, tais como sua genética, tipo de treino, ritmo de vida, etc.), é consultar um nutricionista esportivo.

E não se preocupe em ser obrigado a treinar até o fim de sua vida com medo que seus músculos caiam. Pra começar, os músculos não caem, quem cai é a gordura. Portanto, se você quiser parar de treinar após 5, 10 ou 20 anos de musculação, simplesmente faça uma alimentação adequada ao seu novo ritmo de vida. Você emagrecerá e adquirirá um corpo parecido com o anterior, só que em proporções menores.


http://www.oficinadomovimento.com/ Acessado em 29/09/2009

domingo, 27 de setembro de 2009

A Diferença entre a força e a coragem




É preciso ter força para ser firme,
mas é preciso coragem para ser gentil.

É preciso ter força para se defender,
mas é preciso coragem para baixar a guarda.

É preciso ter força para ganhar uma guerra,
mas é preciso coragem para se render.

É preciso ter força para estar certo,
mas é preciso coragem para ter dúvida.

É preciso ter força para manter-se em forma,
mas é preciso coragem para ficar de pé.

É preciso ter força para sentir a dor de um amigo,
mas é preciso coragem para sentir as próprias dores.

É preciso ter força para esconder os próprios males,
mas é preciso coragem para demonstrá-los.

É preciso ter força para suportar o abuso,
mas é preciso coragem para faze-lo parar.

É preciso ter força para ficar sozinho,
mas é preciso coragem para pedir apoio.

É preciso ter força para amar,
mas é preciso coragem para ser amado.

É preciso ter força para sobreviver,
mas é preciso coragem para viver.

Se você sente que lhe faltam a força e a coragem,
queira Deus que o mundo possa abraçá-lo hoje
com Calor e Amor !

E que o vento possa levar-lhe uma voz que lhe diz
que há um Amigo desejando que você esteja bem.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

CONHEÇA UM POUCO MAIS SOBRE ALGUNS ESPORTES

http://www.mundoeducacao.com.br/educacao-fisica/
FUTEBOL

O futebol é o jogo coletivo mais praticado em todo o mundo. O mais antigo vestígio do esporte é proveniente da China, por volta de 3000 a.C. Na Grécia Antiga e na Roma, era uma prática exclusivamente masculina. Em Florença, na Idade Média, se usavam as mãos e os pés. Já na Gália e na Bretanha, os jogadores davam socos e rasteiras nos adversários. O esporte obteve um grande avanço na Inglaterra. Nesse país, o jogo ganhou regras claras e objetivas, além de ser organizado e sistematizado.

Em 1904 foi dado o passo mais importante para o desenvolvimento do esporte: a criação da FIFA (Fédération Internationale de Football Association). A FIFA, entidade máxima do futebol, surgiu a partir da união das associações de futebol de vários países. Atualmente a FIFA possui sua sede na cidade de Zurique, Suíça.

O futebol é praticado em um campo retangular de 90 a 120m de comprimento por 45 a 90m de largura. O campo é dividido em duas partes, cada time fica com uma. O objetivo básico do jogo é conduzir a bola até o gol adversário utilizando apenas os pés. Cada time é composto por 11 jogadores. Os goleiros são os únicos que podem pegar a bola com as mãos, dentro de uma área delimitada. Não são permitidas jogadas violentas, caso ocorram, o juiz poderá marcar faltas. Cada partida é dividida em dois tempos de 45 minutos, sendo também possível o acréscimo de alguns minutos extras.

Provavelmente, o futebol se tornou tão popular devido ao fato de que, para realizar o esporte, são necessários poucos equipamentos e recursos. De fato, a popularização desse esporte é uma tendência mundial.


ESP
ORTES EX-OLÍMPICOS
O rúgbi: um dos esportes que um dia fizeram parte das competições olímpicas.

Ao longo dos anos, as olimpíadas modernas sofreram diversas modificações nos critérios de seleção dos esportes aptos para o evento. Atualmente, o COI (Comitê Organizador Internacional) estipulou critérios de competitividade e popularidade para que certos esportes pudessem estrelar os Jogos Olímpicos Modernos. No entanto, nas primeiras décadas da organização dos jogos, algumas modalidades tiveram a oportunidade de disputar a tão famosa medalha de ouro.

Nos Jogos Olímpicos de Estocolmo (1912) o arremesso de dardos e disco com as duas mãos agitou as competições de atletismo. No entanto, a similaridade com a modalidade com uma só mão acabou sendo a única permitida. Depois da Primeira Guerra Mundial (1914 – 1918) a modalidade foi banida dos jogos e, por isso, teve sua história restrita aos jogos de Estocolmo.

Outra modalidade que teve problema com o número de mãos utilizado foi o levantamento de peso. Nas três primeiras edições dos jogos, havia uma modalidade onde o (corajoso) atleta deveria levantar o peso com uma única mão. Apesar de ser uma grande demonstração de força, a modalidade era praticada por poucos e causava muitos acidentes. Por isso, os organizadores preferiram a modalidade de duas mãos como a única oficial.

O arremesso de peso, que hoje é considerado um esporte olímpico, teve que sofrer algumas modificações para não perder sua preciosa vaga nos jogos. Anteriormente, essa modalidade era disputada como arremesso de pedra de 6,4 quilos. A competição aconteceu nas Olimpíadas de Saint Louis (1904) e fazia referência a uma folclórica competição britânica.

Brincadeira de criança também já valeu medalha olímpica. Até hoje muito popular nos quartéis generais, o cabo-de-guerra foi disputado nas primeiras edições dos jogos, até 1920. No entanto, eram poucos os que se dedicavam com freqüência à prática desse “esporte”. Nas Olimpíadas de 1908, por exemplo, três diferentes corporações militares da Inglaterra ocuparam o pódio da competição.

O preparo físico e a habilidade técnica sempre foram um dos importantes itens exigidos de um verdadeiro atleta olímpico. No entanto, a comissão organizadora das Olimpíadas de Londres (1908) decidiu liberar uma competição de motonáutica. A “moto-competição” foi conquistada por ingleses e franceses. Depois disso, nenhuma outra modalidade com motores mecânicos foi permitida nas Olimpíadas.

Dois esportes bastante conhecidos do público geral também não fazem mais parte das modalidades olímpicas. O golfe, devido sua origem elitista, ainda é um esporte destinado para poucas pessoas e, por isso, só participou das Olimpíadas entre os anos de 1900 e 1924. O rúgbi – apesar de não possuir essa mesma barreira econômica – não alcança o mínimo de setenta países que regularmente praticam este esporte.

Outro “esporte das elites” que não durou muito tempo nos Jogos foi o pólo. Não só pela sua baixa popularidade, mas também pelos altos custos que exigiam o tratamento dos sete cavalos utilizados por cada uma das equipes. Durante o tempo em que integrou as modalidades olímpicas, durante cinco edições, o pólo rendeu medalhas para os ingleses e argentinos.

O críquete é um outro esporte de relativa popularidade que não conseguiu ocupar uma vaga olímpica. A popularização do esporte é bastante complicada, tendo em vista que uma partida de críquete pode durar horas a fio. Em tempos de competições cada vez mais ágeis, esse esporte não consegue angariar novos praticantes ao redor do mundo. Nos jogos de 1900, somente a França e a Inglaterra inscreveram-se para disputar a modalidade.

O ciclismo é uma modalidade de bastante prestígio nos jogos olímpicos modernos e se desdobra em diferentes tipos de competição. Nas Olimpíadas de Atenas (1896), os organizadores dos jogos tentaram instituir uma nova competição ciclística onde os atletas deveriam pedalar doze horas a fio. O desafio homérico foi enfrentado por sete corajosos participantes. No fim da competição, apenas dois heróis cumpriram o desafio e o ciclismo de doze horas nunca mais foi disputado.


ESC ALA DA
A escalada é um esporte que utiliza as técnicas e movimentos do montanhismo. Pode ser praticada tanto individualmente como em grupo e tem como objetivo exigir o máximo de força e concentração.

Existem várias modalidades de escalada: escalada de bloco, esportiva, artificial, indoor, tradicional, bigwall, alpina e em alta montanha (alpinismo). Na escalada a pessoa deve encontrar diferentes meios para ultrapassar os obstáculos, seja em montanhas ou na parede de uma academia.

A escalada de bloco consiste em subir uma rocha ou um muro de treino, onde se privilegia mais a força física de explosão.

A escalada tradicional caracteriza-se pelos pontos de segurança fixados nas paredes a subir.

Na escalada artificial, o escalador recorre a aparelhos tais como estribo, grampos, móveis, para auxiliar na sua progressão.

Um dos principais aspectos que atrai na escalada, é o fato de poder ser praticada em qualquer cidade, já que pode ser praticada em qualquer lugar que possua uma parede de alpinismo

O surgimento da escalada se deu nos anos 70, com a idéia de um ucraniano. Durante um rigoroso inverno, esse pendurava pedras em sua parede para realizar seus treinos. A idéia logo se propagou entre os escaladores locais, aparecendo então a escalada esportiva.

O primeiro campeonato mundial ocorreu na Itália no ano de 1985. O obstáculo foi uma parede natural. Já em 1987, o campeonato utilizou-se de uma parede artificial.

Os equipamentos básicos utilizados na prática do esporte são: cordas, sapatilha para escalada, capacete. As cordas têm a função de proporcionar segurança ao praticante. As sapatilhas propiciam equilíbrio.

No Brasil, a escalada começou a ser praticada no final da década de 80.


CAMINHADA

Dentre os exercícios aeróbicos, a caminhada é uma das atividades desportivas que possui maiores qualidades. É uma atividade física que possui baixo custo, pode ser realizada em qualquer lugar, além de que todas as pessoas podem praticá-la, exceto quando apresenta limitações físicas.

Por ser um exercício muito simples não requer equipamentos ou roupas específicas, porém é interessante utilizar um tênis adequado, a fim de que o impacto não cause lesões.

As pessoas são mais eficientes durante a caminhada do que durante o ciclismo ou a natação. É essencial que a caminhada se estenda por vinte minutos para favorecer um melhor condicionamento físico, praticando-a três vezes por semana, fazendo um alongamento dos membros superiores e inferiores antes e depois. Alguns cuidados devem ser tomados como não praticá-la em jejum, beber água antes, durante e depois e manter o ritmo.

A caminhada é aconselhada a idosos, portadores de doenças cardíacas, diabetes, osteoporose, obesidade e colesterol alto. Auxilia também no tratamento de depressão.

Caminhar ajuda a perder peso, melhorar o condicionamento físico, fortalecer os músculos das pernas e bumbum, reduzir a pressão sanguínea e trabalhar a função cardiovascular. O gasto calórico é de 200 a 400 Kcal/hora e a queima de gorduras depende do sexo, idade e metabolismo.

A caminhada pode oferecer risco em casos de falta de acompanhamento médico, ritmo muito intenso, ou se caso os batimentos cardíacos ultrapassarem 75% a 80% da freqüência normal.


BASQUETE
basquete, como é conhecido no Brasil, é um esporte criado em 1891 pelo pastor canadense presbiteriano e também professor de educação física da Associação Cristã de Moços, James Naismith. O nome em inglês, basketball, significa bola no cesto. É um dos esportes mais populares do mundo.

O jogo é disputado por duas equipes de cinco jogadores que tem por objetivo passar a bola por dentro do cesto disposto nas extremidades do campo. Os cestos ficam a uma altura de três metros e cinco centímetros. Os jogadores batem a bola contra o chão caminhando dentro do campo, podendo repassá-la a um jogador da equipe.
O primeiro jogo de Basquete ocorreu em 20 de janeiro de 1892, quando cada equipe, composta por nove jogadores, era assistida apenas por funcionários da ACM (Associação Cristã de Moços).

O basquete feminino se iniciou em 1892, com a adaptação das regras propostas pela professora de Educação Física, Senda Berenson.

No Brasil, a prática do Basquete iniciou em 1906, quando o esporte foi instituído na Escola Normal de São Paulo pelo professor Oscar Thompson.

O objetivo do jogo é colocar a bola no cesto da equipe adversária, marcando pontos. O jogo é iniciado com o lançamento da bola no ar. A duração é de quatro períodos de dez minutos, com um intervalo de meio tempo entre o segundo e o terceiro período.

O basquete é um exercício que requer força nos ombros e coxas. É um bom exercício cardiovascular, o risco de lesões consiste na entorse de tornozelo e colisões com outros jogadores.
O gasto calórico em uma hora de jogo é de 600 calorias. Pode ser praticado ao ar livre, em praças, parques e escolas. É importante beber bastante líquido antes e durante o jogo.

A capoeira é uma representação cultural que mistura esporte, luta, dança, cultura popular, música e brincadeira. Caracteriza-se por movimentos ágeis e complexos, onde são utilizados os pés, as mãos e elementos ginástico-acrobáticos. Diferencia-se das outras lutas por ser acompanhada de música.

Um dos significados da palavra capoeira refere-se às áreas de mata rasteira do interior do Brasil.

A luta de defesa pessoal, que é reconhecida também como dança, foi desenvolvida por escravos africanos trazidos ao Brasil, já que o Brasil foi o maior receptor da migração de escravos, com 42% de todos os escravos enviados através do Atlântico durante o século XVI, quando Portugal enviou escravos para a América do Sul, oriundos da África Ocidental.

A capoeira é disputada por duas pessoas que se defrontam no meio de uma roda formada por outros capoeiristas, ao som de palmas e berimbaus. O objetivo do jogo é derrubar o adversário.

O berimbau, principal instrumento que proporciona o som característico, é construído por um pedaço de pau, um pedaço de arame e uma cabaça. A base do jogo é a ginga, pois essa é uma importante forma de ataque e defesa do capoeirista. Na roda de capoeira o praticante manifesta seu conhecimento e desenvolvimento sobre a atividade.

A capoeira desenvolveu-se principalmente na Bahia e difundiu-se por vários estados, como o Rio de Janeiro, São Paulo e Pará.

A prática da capoeira trabalha a coordenação motora, aprimora a flexibilidade, equilíbrio e destreza, alivia as tensões do dia a dia, proporciona criatividade e liberdade de movimentos.

BALONISMO

O balonismo é um esporte aéreo praticado com um balão de ar quente. O esporte que proporciona ao praticante a sensação de ficar mais próximo do céu possui adeptos em todo o mundo, no Brasil tem ganhado popularidade.

A existência do balonismo data cerca de dois mil anos. A primeira tentativa de vôo com um balão de ar quente no Brasil foi feita pelo padre brasileiro Bartolomeu de Gusmão, em 1709.

Em razão da evolução das técnicas de vôo, a utilização do balão se tornou mais segura para aqueles que se aventuram no esporte.

O nascimento do balonismo ocorreu no ano de 1783, quando dois irmãos franceses, Etiene e Joseph Montgofier, realizaram o primeiro teste com um balão. O vôo foi um sucesso e visto por quase toda a população de Paris da época.

O primeiro vôo de balão no Brasil aconteceu no ano de 1885. Em 1987 foi fundada a Associação Brasileira de Balonismo (ABB), entidade máxima do esporte no Brasil.

Atualmente existem campeonatos do esporte do por todo o mundo. Algumas das provas de balonismo são: Fly In, Fly On, Caça à Raposa, Key Grab.

De acordo com o campeão brasileiro de balonismo, Rubens Kalousdian, o esporte pode ser praticado por qualquer pessoa. Mas é restrito a um pequeno grupo de pessoas, devido o equipamento ser caro. Os melhores locais para a prática do balonismo são as grandes planícies.

O balão é divido em algumas partes independentes, tais como: envelope, maçarico, cilindro, cesto. O combustível utilizado pelos balões é o propano. A ventoinha é utilizada para encher o balão com ar frio.

CANOAGEM


A canoagem é um esporte náutico, praticado com canoa ou caiaque. Em razão de sua tradição e organização, é considerada como um dos principais esportes olímpicos. Surgiu na Groelândia, onde canoas eram usadas por esquimós como veículo de pesca e trabalho.

As canoas foram desenvolvidas primeiramente pelos povos nativos da América do Norte. A palavra canoa origina-se da palavra Kenu, que significa dugout, um tipo de canoa construída de tronco de árvore.

Enquanto esporte, a canoagem tem pouco tempo de existência. Participou pela primeira vez dos jogos Olímpicos na Alemanha, em 1936. Dentre as várias modalidades existentes, destacam-se: o Freestyle, Canoagem Oceânica, Caiaque-Pólo, Maratonas, Canoagem Velocidade, Canoagem Slalom. As duas últimas modalidades olímpicas.

No Brasil, o esporte é regulamentado pela CBC (Confederação Brasileira de Canoagem), responsável por organizar as competições e determinar os campeões de cada modalidade. A Confederação Brasileira de Canoagem foi instituída em 1988.

A Canoagem Velocidade, apresenta-se em canais construídos artificialmente, com 2.000 metros de comprimento e 3 metros de profundidade.

A Canoagem Slalom, modalidade olímpica desde 1992, é praticada com caiaques ou canoas em águas rápidas, em percursos que variam entre 250 e 300 metros.

A canoagem turismo e aventura é uma especificidade que não se inclui nos padrões de esporte de competição. Seu objetivo principal é a aproximação do homem com a natureza. De acordo com especialistas e adeptos do esporte, o mesmo proporciona benefícios físicos e psicológicos.

CICLISMO

A bicicleta é um meio de transporte utilizado por muitas pessoas, tanto para chegar ao trabalho, escola, universidade, como em passeios entre amigos. Mas, além disso, o ciclismo pode ser usado para manter a forma física. Quando praticado de forma correta, os benefícios são muitos, dentre eles: resistência muscular; melhora do condicionamento físico, dos sistemas cardíaco, respiratório e vascular; ajuda a eliminar as gorduras localizadas; reduz o estresse; excelente atividade aeróbica e anaeróbica; gasto calórico de até 600 Kcal/hora.

Enquanto esporte, o ciclismo iniciou-se na Inglaterra em meados do século XIX, época em que o aperfeiçoamento do veículo possibilitou o alcance de maiores velocidades. O esporte é regido por diversas regras e enquadra-se em quatro categorias, sendo estas: provas em estradas, provas em pistas, provas de montanha e BMX. O objetivo dos participantes é chegar primeiro a determinada meta ou cumprir determinado percurso no menor tempo possível. O praticante do ciclismo chama-se ciclista.

No Mountain Bike existem várias categorias que são divididas em mais ou menos radicais, são elas: Cross Country, o Free Ride, o Down Hill

Durante a prática do ciclismo é fundamental o uso do capacete, para evitar bater a cabeça no chão, em uma eventual queda. O esporte apresenta risco de cortes, torções e fraturas nas pernas e nos braços. O praticante deve ter o cuidado de não forçar demais o seu ritmo para não prejudicar as articulações dos joelhos e tornozelos.

Além do capacete, outros equipamentos utilizados no ciclismo são: farol, garrafa de água, roupas confortáveis, como as de lycra, e tênis.

ATLETISMO

Corrida: umas das modalidades do atletismo.
Atletismo é o conjunto de esportes formado por três modalidades: corrida, lançamentos e saltos. Geralmente é praticado em estádios, exceto a maratona, que é uma corrida de longa distância.

O atletismo nasceu na Grécia, onde foram criados os estádios para realização das corridas a pé. Foi na Grécia também que houve o primeiro registro de uma competição de atletismo, durante as Olimpíadas realizadas em 776 a.C.

A corrida envolve estratégia, técnica e bom condicionamento físico do atleta. As corridas são divididas em curta distância ou de velocidade; média distância ou de meio fundo; e longa distância ou de fundo. A pista de corrida contém oito raias, com largura mínima de dez metros. A pista oficial de atletismo é composta de duas retas e duas curvas.

As modalidades oficiais de arremesso e lançamentos abrangem o arremesso de peso, e lançamentos de martelo, disco e dardo. Esses são realizados dentro de áreas limitadas. Os lançamentos dividem-se em três partes: lançamento do martelo, do disco e do dardo.

As provas de salto dividem-se em: provas de salto vertical e de salto horizontal. As provas de salto verticais implicam o salto em altura e o salto com vara. As provas de salto horizontal abrangem o salto em distância e o salto triplo.

O atletismo possui quarenta e duas modalidades atualmente, sendo vinte e oito olímpicas disputadas por homens e mulheres em campo, ao ar livre ou em espaço fechado. Além de estar presente em competições olímpicas, nos Jogos Pan-Americanos, são realizados também campeonatos mundiais, regionais e encontros de atletismo.






quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Filmes que tematizam gênero e práticas corporais e esportivas

Gracie (EUA, 2007)
Diretor: Davis Guggenheim
Sinopse: Gracie Bowen tem 15 anos e é a única menina numa família com três irmãos que vive na cidade de New Jersey. Toda a vida de sua família gira em torno do futebol: seu pai e seus três irmãos são obcecados pelo esporte que praticam todos os dias, de manhã até a noite. Mas uma tragédia inesperada muda a vida de Gracie quando seu irmão mais velho e único protetor, Johnny, estrela do time de futebol da faculdade, morre num acidente de automóvel e faz com que ela inicie uma luta pelo direito de de todas as garotas jogarem em times de futebol competitivos.
Lirios D´Agua Naissance des pieuvres (França, 2007)
Diretora: Céline Sciamma
Sinopse: Num subúrbio de Paris, em pleno verão, três amigas de 15 anos praticam nado sincronizado e, enquanto convivem pelos corredores e vestiários da academia, despertam entre si os primeiros sentimentos de desejo, amor e violência. O nado sincrionizado é tomado como uma metáfora pois, na superfície, os rostos aparecem sorridentes mas abaixo da linha dágua há muito esforço para garantir tal aparência. Uma efervescência de movimentos nem sempre tão suaves e coordenados.

Jump In! (EUA, 2007)
Diretor: Paul Hoen
Sinopse: Izzy Daniels é um adolescente do Brooklyn que está se preparando para se tornar campeão de boxe, para realizar um sonho do seu pai. No entanto se interessa por um novo um novo tipo de esporte, que é uma variante e um aperfeiçoamento da antiga brincadeira de pular corda, agora como esporte competitivo com concurso ao final e tudo. O roteiro seja banal apresenta conflitos com o pai, que deseja que ele seja boxeador como ele, e com os colegas, que acham que a nova prática esportiva do garoto é coisa de mulher.

Treinando com papai The Game Plan (EUA, 2007)
Diretor: Andy Fickman
Sinopse: Narra a história de um jogador de futebol americano, solteiro e que descobre que tem uma filha de 7 anos, resultado de um último encontro com sua ex-esposa. A garota passa a morar com ele, o que faz com que tenha que se dividir entre treinos, festas e aulas de balé clássico, além de outras atividades as quais não está acostumado.
Murderball - Paixão e Glória Murderball (EUA, 2005)
Diretores: Dana Adam Shapiro e Henry-Alex Rubin
O documentário mostra as seleções de rugby de rúgbi em cadeiras de rodas dos Estados Unidos e do Canadá em busca de uma vaga na Para-Olimpíadas de Atenas, realizadas em 2004. Também aborda questões pessoais dos jogadores, que tem dificuldades para fazer atividades simples, mas que, ao mesmo tempo, se superam a cada jogo e transformam suas existências em uma grande prova de coragem, ousadia e expressão de virilidade.

Hooligans (EUA e Reino Unido, 2005)
Diretor: Lexi Alexander
Após ser expulso injustamente da Universidade de Harvard, Matt Bruckner decide ir para a casa de sua irmã em Londres. Lá ele faz amizade com seu cunhado que o apresenta ao submundo dos hooligans do futebol inglês. Logo Matt aprende a marcar seu território, através das amizades que desenvolve neste mundo secreto e violento marcado por representações de virilidade e masculinidade.

Ginga (Brasil, 2006)
Diretores: Hank Levine, Marcelo Machado e Tocha Alves
Sinopse: Documentário que narra pequenas histórias de 10 jovesn brasileiros cujo sonho é entrar no universo do futebol. dentre esses jovens encontram-se, duas mulher e um deficiente físico. O filme narra a ginga como um diferencial do futebol brasileiro.
Mauro Shampoo: jogador, cabelereiro e homem (Brasil, 2005)
Diretores: Leonardo Cunha Lima, Paulo Henrique Fontenelle
O documentário apresenta Mauro Shampoo, cabelereiro e ex-jogador de futebol que ficou famoso por jogar no Ibis Sport Club conhecido como o Pior Time de Futebol do Mundo. Permite a discussão de gênero em função da profissão do jogador que, culturalmente não está associada à masculinidade.
Clique aqui para assistir o filme

Os Reis de Dogtown Lords of Dogtown (EUA, 2005)
Diretora: Catherine Hardwicke
Sinopse: Nos anos 70 as ruas de Venice, na California, foram palco de uma revolução no mundo do skate. Um grupo de amigos decide levar os movimentos do surf para o skate, criando movimentos agressivos e sinuosos. Eles formam os Z-Boys, um grupo que na sua grande maioria é formado por jovens que levam uma vida difícil em casa. Treinando em piscinas vazias da cidade, eles aos poucos vão se tornando verdadeiras lendas dentro do universo do skate.

A luta pela Esperança Cinderella Mab (EUA, 2005)
Diretor: Ron Howard
Sinopse: Jim Braddock era considerado um prodígio do boxe, mas foi obrigado a se aposentar prematuramente devido a uma série de derrotas no ringue. Com os Estados Unidos em meio à Grande Depressão, Jim aceita viver de bicos para poder sustentar sua esposa e os filhos. Jim sempre sonhou com a oportunidade de retornar ao mundo do boxe e tem sua chance quando, devido a um cancelamento de última hora, é escalado para enfrentar o 2º pugilista na disputa do título mundial. Para surpresa de todos Jim vence três lutas consecutivas, mesmo sendo bem mais magro que seus oponentes e tendo ferimentos nas mãos. Ele passa então a ganhar o apelido de "Cinderella Man" e se torna o símbolo de esperança dos desprivilegiados da época.
Menina de Ouro Million dollar baby (EUA, 2004)
Diretor: Clint Eastwood
Sinopse: Frankie Dunn é um treinador de boxe que já conquistou vários títulos. É quando aparece em sua academia Maggie Fitzgerald. O problema é que Frankie nunca aceitou ser o treinador de mulher alguma. O relacionamento de ambos vai crescendo, enquanto Maggie trabalha duro para se sustentar e ajudar sua família. Após muito esforço ela consegue com que Frankie seja seu treinador. Os dois juntos conseguem muitas vitórias, Maggie se torna uma ótima lutadora, até que um acontecimento muda definitivamente o destino dessas duas pessoas.

Billy Elliot (Inglaterra, 2000)
Diretor: Stephen Daldry
Billy Elliot é um garoto de 11 anos que vive numa pequena cidade da Inglaterra, onde o principal meio de sustento são as minas da cidade. Obrigado pelo pai a treinar boxe, Billy fica fascinado com a magia do balé, ao qual tem contato através de aulas de dança clássica que são realizadas na mesma academia onde pratica boxe. Incentivado pela professora de balé, que vê em Billy um talento nato para a dança, ele resolve então pendurar as luvas de boxe e se dedicar de corpo e alma à dança, mesmo tendo que enfrentar a contrariedade de seu irmão e seu pai à sua nova atividade.
Damas de Ferro The Iron Ladies (Tailândia, 2000)
Diretor: Yongyooth Thongkonthun
O sonho dos atletas gays tailandeses Mo e Jung se realiza quando um novo treinador chega à cidade. Os rapazes, que sempre foram recusados ao tentar ingressar em outras equipes por serem homossexuais, conseguem finalmente montar o seu próprio time para o campeonato estadual que se aproxima. Com o auxílio de outro atleta, Chai, o único que não é gay, eles partem na busca de velhos colegas para o time. Agregam-se ao time, Nong, um homossexual enrustido do exército, Pia, a hilária tranxexual de um inferninho, Chat e Whit, rapaz não assumidode família tradicional japonesa. Mais três reservas, e gays, são recrutados pelo treinador Bee. As Damas de Ferro estão com tudo em cima. Forma-se então o time de transexuais e gays que veio a ficar famoso ao vencer o campeonato em 1996.Amores frustados, escapadas, intrigas, deboche, desafios: é extamente isso que os une. O relacionamento entre os atletas vai se solidificando através do esporte e fazendo com que eles vençam os obstáculos do preconceito, com talento, improvisos e muito bom-humor. Em 2002 foi produzido o "Dama de Ferro 2 - Os primeiros passos", uma continuação do primeiro filme.

Cartão Vermelho (Brasil, 1994)
Diretora: Laís Bodanzky
Sinopse: Fernanda gosta de jogar futebol com os meninos. Joga bem, dribla, faz gol. Mas, para essa moleca de 12 anos, o apogeu de sua intimidade com a bola é fazê-la voar reta, direta, até o saco dos meninos. Então, ela sorri. Certo dia, ela chega correndo para o bate-bola, atrasada, mas não encontra ninguém. Os meninos estão no esconderijo. Fernanda sabe onde é, mas nem imagina o que eles tramam!
Clique aqui para assistir o filme

Uma equipe muito especial A League of Their Own (EUA, 1992)
Diretora: Penny Marshall
Sinopse: Durante a II Guerra Mundial, com os homens lutando fora do país, é fundada nos EUA uma liga feminina de basebal, a All-American Girls' Professional Baseball League. Para montar um time, são procuradas garotas de diversas partes do país para jogar em Chicago. O esporte vai ajudar essas mulheres a superar uma fase difícil, e o treinador alcóolatra também verá uma chance de melhorar sua vida.

Onda Nova (Brasil, 1983)
Diretores: Ícaro Martins e José Antônio Garcia
Sinopse: O time Gaivota Futebol Clube é formado por garotas super amigas que jogam o jogo da vida com a mesma intensidade, alegria e energia que entram em campo. Amores, loucuras, desilusões, drogas, exercício da sexualidade e aventuras são temas recorrentes no filme cujo contexto se desenvolve no Rio de Janeiro dos anos anos 80.


Filmes que tematizam raça/etnia e práticas corporais e esportivas

Munique Munich (EUA, 2005)
Diretor: Steven Spielberg
Sinopse:Baseado em acontecimentos reais, o filme conta a história de um esquadrão do serviço secreto israelense designado para perseguir e matar 11 palestinos suspeitos de terem planejado o massacre ocorrido nos Jogos Olímpicos de 1972, realizados em Munique, onde 11 atletas israelenses foram mortos.

Preto contra branco (Brasil, 2004)
Diretor:Wagner Morales
Sinopse: Uma tradição de três décadas é o ponto de partida do documentário Preto contra Branco. O filme discute o preconceito racial no Brasil, usando como referência um "clássico" do futebol de várzea entre moradores de dois bairros periféricos de São Paulo. Desde 1972, um grupo de moradores do bairro de São João Clímaco e da favela de Heliópolis, maior favela da América Latina, organiza um jogo de futebol de brancos contra pretos no final de semana que antecede o Natal. Em uma comunidade altamente miscigenada, composta basicamente por mulatos, a peculiaridade da partida é a auto-atribuição da raça pelo participante. Cada jogador se declara negro ou branco e "escolhe seu time". A equipe do documentário passou uma semana entrevistando personagens, acompanhando o dia-a-dia dos bairros, em um processo que culmina no jogo. Trata-se de um verdadeiro ritual, no sentido antropológico, que serve para atenuar as tensões raciais locais ao mesmo tempo em que acaba por revelá-las.

Um dia em setembro One day in september (Suiça/Inglaterra/Alemanha, 1999)
Diretor: Kevin MacDonald
Sinopse: Os Jogos Olímpicos de Munique, em 1972, foram palco de uma ação de terroristas palestinos que tomaram atletas israelenses como reféns. O documentário mostra o desenrolar do seqüestro, seu desfecho trágico com a morte de 11 atletas e suas conseqüências no combate ao terrorismo e na luta dos palestinos. São apresentas entrevistas com policiais que tentaram resolver o impasse, com parentes das vítimas e com o único terrorista vivo que participou da ação.

Jamaica abaixo de zero Cool Runnings (EUA,1993)
Diretor:Jon Turteltaub
Sinopse: o filme narra a história da primeira equipa olímpica jamaicana de 'bobsled'.Eles eram quatro atletas negros com um sonho impossível: competir nas Olimpíadas de Inverno em um esporte desconhecem - a corrida de 'Bobsled'! Apoiando-se uns aos outros para dar tudo por tudo, eles respondem ao desafio e tornam-se heróis - arrastando consigo toda a assistência aos jogos.

Olympia - Parte 1 e Parte 2 Olympia: Teil 1 - Fest Der Völker;Teil 2 - Fest Der Schönheit (Alemanha, 1938)
Diretora: Leni Riefenstahl
Sinopse: Olympia é um documentário épico no qual estão registrados os Jogos Olímpicos de Berlim. realizados em 1936. Polêmico, é, por vezes, criticado em virtude da ideologia que veicula. Financiado por Hitler, o filme contém, algumas seqüências que parecem apoiar o mito da superioridade ariana. O documentário consegue, porém, transcender a política e é, acima de tudo, um hino às proezas atléticas e à poesia do corpo humano em movimento. Olympia é um triunfo artístico. É considerado pela crítica mundial, insuperável na estética pictorial, além de estar entre os dez maiores documentários de todos os tempos.

Filmes que tematizam gênero, raça/etnia e práticas corporais e esportivas

Fora de Jogo Offside (Irã,2006)
Diretor: Jafar Panahi
Sinopse: mostra o universo feminino dentro do futebol, ilustrado pela história de uma garota que tem o sonho de ver no estádio o jogo entre Irã e Barein, pelas eliminatórias da Copa do Mundo da Alemanha. A entrada de mulheres no estádio, porém, é terminantemente proibida no território iraniano. Por essa razão, a garota tenta, por meio de vários disfarces, passar pela polícia e realizar o impossível em seu país.

O xadrez das cores (Brasil,2004)
Diretor: Marco Schiavon
Sinopse: Cida, uma mulher negra de quarenta anos, vai trabalhar para Maria, uma velha de oitenta anos, viúva e sem filhos, que é extremamente racista. A relação entre as duas mulheres começa tumultuada, com Maria tripudiando em cima de Cida por ela ser negra. Cida atura a tudo em silêncio, por precisar do dinheiro, até que decide se vingar através de um jogo de xadrez.
Clique aqui para assistir o filme

Driblando o destino Bend It Like Beckham (EUA,2003)
Diretora: Gurinder Chadha
Sinopse: O sonho de Jesminder Bhamra é seguir o caminho de seu ídolo David Beckham e se tornar uma jogadora profissional de futebol. Entretanto ela enfrenta problemas em sua família, que deseja que ela siga os costumes indianos tradicionais, assim como sua irmã mais velha, Pinky. O confronto entre as partes chega ao ápice quando Jesminder é obrigada a escolher entre a tradição de seu povo e seu grande sonho.

O milagre de Berna Das Wunder von Bern (Alemanha,2003)
Diretor: Sönke Wortmann
Sinopse: O filme mostra duas histórias que têm como pano de fundo a Copa de 1954 e a consagração da seleção alemã na competição. No final da Segunda Guerra Mundial, uma família alemã é divida em duas. Depois de oito anos, o pai volta da Rússia e os problemas para se inserir na rotina de sua família ficam evidentes. A segunda história é sobre um repórter e sua esposa que cobrem o evento.
Promessas de um mundo novo Promises (EUA/Palestina/Israel, 2001)
Diretores: Justine Arlin, Carlos Bolado e B.Z. Goldberg
Sinopse: Retrata a história de sete crianças israelenses e palestinas em Jerusalém que, apesar de morarem no mesmo lugar vivem em mundos completamente distintos, separados por diferenças religiosas. Com idades entre 8 e 13 anos, raramente elas falam por si mesmas e estão isoladas pelo medo. Neste filme, suas histórias oferecem uma nova e emocionante perspectiva sobre o conflito no Oriente Médio. Assistir futebol é um dos momentos que os une.

Duelo de Titãs Remember the Titans (EUA,2000)
Diretor: Boaz Yakin
Sinopse: Herman Boone é um técnico de futebol americano contratado para trabalhar no comando de um time universitário dividido pelo racismo, os Titans. Inicialmente, Boone sofre preconceitos raciais por parte dos demais técnicos e até mesmo de jogadores do seu time, mas aos poucos ele conquista o respeito de todos e torna-se um grande exemplo para o time e também para a pequena cidade em que vive.
Estas dicas foram retiradas integralmente do site:http://www.esef.ufrgs.br/ceme/grecco/generoeetnia/filmes.html